Notícias



Professora vai à tribuna e pede cumprimento da Lei

Visualize fotos

A redução da jornada de trabalho dos professores foi tema abordado por Renata Ribeiro, professora da Creche “Padre Quirino Volani”, na tribuna da Câmara, no dia 13 de novembro.

A Professora alerta para o não cumprimento da lei federal 11.738, de 2008, reconhecida pelo Supremo Tribunal Federal, que definiu a jornada de trabalho para o quadro do magistério na proporção de 2/3 da carga horária em sala de aula e 1/3 para atividades de estudos, planejamento e avaliação; além de determinar sua distribuição, enfatizando que está falando “em nome de todos os funcionários públicos da Prefeitura que também buscam por melhorias no trabalho e aumento salarial como reconhecimentos pelos seus serviços prestados”.

Segundo Renata, o assunto já foi discutido com os responsáveis, “porém, insistem que não temos esse direito, contradizendo o próprio Plano de Carreira do Município”. Ela cita, entre vários descumprimentos, artigo da CLT que trata especificamente do professor e diz: “num mesmo estabelecimento de ensino não poderá o professor dar, por dia, mais de quatro aulas consecutivas, nem mais de seis intercaladas”, e afirma: “mesmo reduzindo nossa jornada, um dia da semana ficamos o dia todo com os alunos e nos demais, aproximadamente seis horas e outras três horas e 20 minutos quando retornamos na parte da tarde para dar banho nos alunos, que no entendimento deles, o banho é pedagógico”.

A Professora relata que no Plano de Carreira dos Professores de Santa Gertrudes, no artigo 59, “algumas faltas legais, que é – ou pelo menos eram para ser consideradas como dia de efetivo exercício”, mas que na avaliação de desempenho é descontado pontos, prejudicando a progressão de aumento salarial, como, por exemplo, “o trabalho nas eleições, em que o trabalhador não pode ter prejuízos como diz a lei”.

Em seu pronunciamento, Renata também afirma que tudo é feito para que “se tome as medidas necessárias”, se referindo várias às ações trabalhistas impetradas pelos professores contra o Município, enfatizando que, quando pedimos que a lei seja cumprida, a resposta obtida é que “cumpriremos apenas com ordem judicial”. E conclui: “Muito bem, Alguns estão fazendo sua poupança e a dívida da Prefeitura com os precatórios só aumentando. Espero que a Prefeitura busque soluções rápidas para evitar novos processos e indenizações”.

Mesmo antes do pronunciamento da professora Renata Ribeiro, o assunto foi pauta de vereadores em diversas sessões ordinárias. Preocupados, os legisladores pediram providências para evitar novas ações trabalhistas, afirmando que o valor total dos precatórios chega a R$ 5 milhões e inviabilizará investimentos futuros no Município.

Silvia Araujo – MTB. 16.659

Assessoria de Imprensa

Câmara de Vereadores de Santa Gertrudes




Publicado em: 20 de novembro de 2018

Publicado por: Silvia Araujo

Cadastre-se e receba notícias em seu email

Categoria: Notícias da Câmara

Fique por dentro

Outras Notícias

Código de Posturas começa com mutirão de limpeza

18 de março de 2019

Vereadores, Prefeito e Secretário de Obras se reuniram na sede da Câmara, dia 11 de março, para discutir assuntos prioritários ao desenvolvimento sustentável da Cidade e buscar soluções para as nec...

Leia Mais

Iluminação e limpeza continuam alvos dos vereadores

14 de março de 2019

A falta de manutenção na iluminação e a demora na troca de lâmpadas queimadas - mesmo após o início da cobrança de taxa de serviço – são questionadas há meses durante as sessões da Câmara e, nesta...

Leia Mais

Nomes das Comissões permanentes estão definidos

26 de fevereiro de 2019

Os vereadores da Câmara Municipal de Santa Gertrudes se reuniram com objetivo de escolher os nomes para compor as comissões permanentes do legislativo para o biênio 2019-2020, e definiram os presid...

Leia Mais

IPTU: vereadores pedem prorrogação do vencimento

21 de fevereiro de 2019

A demora na entrega dos carnês para pagamento do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), levou os vereadores a pedirem a prorrogação do vencimento. José Luis Vieira (Ratinho-MDB), afirmou que...

Leia Mais

Projeto é retirado e alunos do Senai terão ônibus

14 de fevereiro de 2019

A sessão ordinária da Câmara de Santa Gertrudes do dia 12 de fevereiro teve início com o presidente da Casa, vereador Antonio Carlos Candido (Gordinho-PTB), informando que o projeto de Lei (PL) 09,...

Leia Mais

Willian Bento homenageia Cartório pelos 100 anos

08 de fevereiro de 2019

O vereador Willian Bento (PTB), fez entrega de Moção aos responsáveis pelo Cartório de Registro Civil e Tabelionato de Notas em homenagem ao centenário de existência completado em 2018. A Moção 27/...

Leia Mais

 

Copyright 2019 Todos os Direitos Reservados | Desenvolvido por: Sino Informática.